O blog da segurança de dentro para fora Blog   /     /  

Entenda o que é SSPM e sua importância para a segurança SaaS

Entenda o que é SSPM e sua importância para a segurança SaaS

As empresas atualmente contam com centenas de aplicativos de software como serviço (SaaS) para tornar suas cargas de trabalho, dados e processos mais eficientes e produtivos. Custos mais baixos, facilidade de uso, escalabilidade e recursos de integração são alguns dos benefícios frente às soluções locais. Mas, como em todas as ofertas cibernéticas, aplicativos SaaS são suscetíveis a ataques e, assim, exigem a adoção de uma solução de gerenciamento de postura de segurança SaaS (SSPM). 

A postura de segurança, ou o status das operações de segurança cibernética de uma empresa, fornece visibilidade em relação aos ativos de segurança e a preparação da equipe de segurança para identificar e se defender de ameaças. A postura de segurança SaaS, então, diz respeito a uma série de ferramentas que permitem o rastreamento e proteção de ativos digitais. 

O que é gerenciamento de postura de segurança SaaS (SSPM)?

O SSPM visa fortalecer a postura de segurança de uma empresa usando ferramentas tecnológicas e automação. Essa iniciativa oferece maior visibilidade sobre o status de segurança contínuo de todos os aplicativos SaaS e ajuda a proteger a pilha de tecnologia baseada na nuvem. 

Processos, dados corporativos e de usuários e soluções de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) são apenas alguns dos ativos de negócios que estão sendo migrados para a nuvem. Essa transição facilita os procedimentos e aumenta a eficiência por toda a empresa, mas junto com o crescimento do uso do SaaS vem uma infinidade de riscos. 

O SSPM determina e aborda esses riscos enviando alertas para as equipes de segurança e garantindo a conformidade com os regulamentos em vigor. 

Importância do SSPM

Uma empresa pode usar o Salesforce como CRM, o Slack para se comunicar entre os integrantes da equipe ou o Microsoft 365 para lidar com alguns processos operacionais. O SaaS é integrado a todas as operações de negócios, o que significa que as empresas estão propensas a ameaças cibernéticas, incluindo vazamento de dados, malware, violações de segurança e perda de dados. 

O SSPM permite monitorar e impedir que essas ameaças prejudiquem os negócios e oferece uma plataforma para corrigir configurações incorretas dos usuários, mantendo a conformidade com os padrões de segurança na nuvem. Isso permite cumprir uma função de consumidor de segurança de “responsabilidade compartilhada” com o fornecedor de SaaS 

Benefícios do SSPM

Controle de postura de segurança

Com cada aplicativo SaaS com configurações diferentes, controlar a postura de segurança pode ser muito complexo. Combine isso com uma infinidade de ameaças externas e internas e terá uma superfície de ataque grande para defender. 

Os recursos do SSPM simplificam o gerenciamento de SaaS e reforçam a segurança. Um SSPM eficaz protege as informações da empresa ao conceder ampla visibilidade de quem está acessando os aplicativos e por quais meios, alertando proativamente sobre possíveis ameaças. Um SSPM também estabelece diretrizes de resposta e recuperação se os dados forem perdidos ou roubados de alguma forma. Tudo por meio de uma única plataforma e sem a necessidade de gerenciamento manual. 

Prevenção de configurações incorretas

As violações de segurança aumentaram drasticamente nos últimos anos, com configurações incorretas entre os maiores culpados. Infelizmente, intencionalmente ou não, os desvios de configuração ocorrem com frequência em um ambiente na nuvem. Com funcionários e dezenas de milhares de clientes usando seus aplicativos, uma ameaça que vise uma configuração incorreta é quase inevitável. 

Um bom SSPM detecta essas configurações incorretas e alerta a equipe de segurança sobre permissões desnecessárias, garantindo o controle de acesso e oferecendo soluções de correção de maneira proativa. Embora a maioria das soluções de segurança seja voltada para evitar configurações incorretas intencionais, o SSPM permite também controlar configurações incorretas intencionais e não intencionais, evitando ainda mais que a configuração realizada pelo usuário se desvie do padrão. 

Gerenciamento de conformidade

Acompanhar os regulamentos internos e as políticas de segurança externas também são grandes desafios para as empresas que dependem fortemente de aplicativos na nuvem. A conformidade é fundamental no uso do SaaS, mas pode ser facilmente desconsideradas pelas empresas devido ao volume de aplicativos usados por seus funcionários e clientes diariamente. 

Simplificar o gerenciamento de conformidade é outro benefício importante do SSPM, que notifica automaticamente os administradores e as equipes de segurança sempre que forem identificados recursos insuficientes do sistema de segurança ou uso não compatível de aplicativos em seu portfólio na nuvem. Uma ótima solução SSPM pode até permitir o reforço imediato dos padrões ao detectar ações fora da conformidade. 

Simplificação da adaptação às mudanças de SaaS

Muito provavelmente, chegará um momento em que será necessário fazer a transição de uma solução SaaS para outra. As ferramentas de gerenciamento de projetos ou CRM em uso hoje podem não ser as mesmas no próximo ano. A migração de plataforma, juntamente com atualizações e alterações constantes nos aplicativos de uma empresa, pode resultar em uma diminuição drástica da eficiência em sua estrutura interna. 

O SSPM torna mais fácil para toda a empresa, especialmente para equipes de segurança e TI, ficar por dentro de todas as mudanças em seu portfólio na nuvem. Além disso, a implementação do SSPM simplifica o treinamento para usuários, incluindo funcionários e clientes. 

Os recursos de SSPM são adequados para os negócios?

Em segurança de TI, uma única solução para todas as ameaças simplesmente não existe. O SSPM pode fornecer imenso valor às empresas, mas não é perfeito para todos os cenários e pode não atender a todos os aspectos dos negócios e necessidades de segurança de uma só vez. A avaliação cuidadosa e o conhecimento das necessidades de segurança são necessários para determinar se o SSPM é adequado para uma empresa. 

Também é preciso conhecer os recursos e capacidades oferecidas pelo SSPM para determinar se a solução é a certa. Abaixo listamos os benefícios críticos da solução para ajudar nos esforços de tomada de decisão. 

Exibição unificada

O SSPM exibe todas as informações necessárias para o monitoramento por meio de um painel ou interface. Dados de usuários autorizados e não autorizados, ameaças potenciais e até mesmo ações corretivas são mostrados em uma plataforma única. Isso permite que os sistemas,  equipes de TI e segurança corrijam facilmente os riscos antes que eles prejudiquem os negócios. 

Detecção de ameaças

O SSPM possui a capacidade de detectar ameaças em tempo real em todos os aplicativos SaaS e enviar alertas imediatos às equipes de segurança. Ameaças como configurações incorretas, acessos com excesso de permissão e violações de política são apenas alguns riscos que o SSPM pode identificar com sucesso. Essa capacidade pode ser alcançada por meio de automação ou coordenação manual com seu provedor de SSPM. 

Remediação

O SSPM determina automaticamente as ações que precisam ser tomadas ao detectar dados relacionados a riscos de segurança. Como a ferramenta monitora e reforça ativamente a segurança em sua postura 24 horas por dia, 7 dias por semana, a correção imediata desempenha um papel vital em sua defesa contra ameaças. 

Referências de segurança

Reforçar a segurança de acordo com os padrões da indústria é outro benefício importante do SSPM. Ao realizar avaliações e auditorias entre nuvens, as soluções SSPM identificam atividades suspeitas e violações padrão. Além disso, colaborar proativamente com a equipe de segurança, auditores e provedor de SSPM permite personalizar a solução e os procedimentos de acordo com as necessidades especificas da empresa. Isso fortalecerá a postura de conformidade, bem como a segurança de dados. 

SSPM versus outras soluções

O SSPM é considerado o melhor entre as estruturas e soluções de segurança SaaS existentes, mas está longe de ser a única opção. Existem outras soluções de segurança que podem atender aos requisitos de segurança na nuvem, dependendo de como foram definidas as necessidades e objetivos da empresa. Algumas dessas soluções podem até ser combinadas com o SSPM para criar um ambiente de segurança cibernética quase impenetrável para os ativos digitais da empresa. 

CSPM vs. SSPM

O gerenciamento de postura de segurança na nuvem (CSPM) é frequentemente confundido com o SSPM porque ambos gerenciam e fortalecem a postura de segurança. Mas, em vez de aplicativos SaaS, o CSPM se concentra em ambientes de nuvem e infraestrutura como serviço (IaaS), como Microsoft Azure, Amazon Web Services (AWS) e Google Cloud. O Gartner define o CSPM como um conjunto de ferramentas de segurança automatizadas projetadas para gerenciar a conformidade e o gerenciamento de postura de segurança na nuvem. 

A natureza semelhante do CSPM e SSPM significa que eles podem se complementar como componentes de uma estratégia geral de segurança. Ambos são capazes de monitorar a entrada e saída de seus respectivos domínios, o que lhes permite garantir que nenhum vazamento ou violação passe sem ser detectado. 

Além disso, ambas as opções reforçam a conformidade com os regulamentos de segurança, evitam desvios de configuração e conduzem investigações em vários ambientes para garantir uma conformidade ideal e um status de postura de segurança. Essas duas soluções podem ser vitais para garantir a segurança da empresa contra ameaças cibernéticas. 

Em uma estratégia baseada em nuvem que opte pela economia, o CSPM seria a escolha mais sábia. Entretanto, se a empresa for centrada no SaaS, a melhor opção é o SSPM. 

CASB vs. SSPM

Outra estratégia de segurança semelhante com o SSPM é o Cloud Access Security Broker (CASB), que é um software de segurança no local instalado entre as infraestruturas de uma empresa e do provedor de nuvem. Ele monitora a infraestrutura em ambos os lados e garante que o tráfego e o uso de serviço estejam em conformidade com os protocolos de segurança estabelecidos. Como CASB é mais voltado para proteger a interação entre o provedor de nuvem e os usuários, ele é carregado com recursos de segurança, incluindo protocolos de prevenção de perda de dados, serviços de autenticação, firewalls e sistemas de detecção de malware. 

O CASB é especializado em identificar, classificar e proteger informações confidenciais, como dados pessoais, registros organizacionais e propriedade intelectual. Embora seja uma ótima opção para atender às necessidade de segurança de uma empresa, o CASB sozinho fica aquém do esperado. Comparado ao SSPM, o CASB é menos holístico, pois apenas identifica violações de segurança depois que elas já penetraram em sistemas de segurança. A integração do SSPM com o CASB permite que o primeiro preencha as lacunas que o outro deixou em aberto, garantindo que os riscos sejam ainda mais reduzidos. 

Se a escolha for por uma opção estratégica, o SSPM sempre será a melhor. Com o crescente uso de aplicativos na nuvem e sua natureza dinâmica, o SSPM é considerado a melhor abordagem para lidar com o complexo ambiente SaaS. 

Melhores práticas no gerenciamento de postura de segurança SaaS

A segurança SaaS é um empreendimento complexo, mas ter uma lista de verificação SaaS das melhores práticas de segurança permite simplificar os esforços e fornece uma referência sobre o que procurar ao estabelecer uma abordagem de segurança SaaS. 

Sistema de prevenção de perda de dados (DLP)

Ter um sistema DLP instalado pode mitigar drasticamente os vazamentos de dados em um ambiente SaaS. Este software de segurança rastreia cuidadosamente os dados confidenciais ao longo de seu ciclo de vida, impedindo que usuários não autorizados os acessem, roubem ou manipulem as informações. O uso do SSPM pode otimizar seus esforços de DLP, preenchendo as lacunas de segurança de dados em uma pilha de tecnologia SaaS e fortalecendo a postura de segurança no que se refere à prevenção de perda de dados. 

Avaliação de provedores SaaS

As equipes de TI e segurança precisam realizar auditorias completas nos provedores de SaaS. Os esforços e responsabilidades de SSPM começam exatamente na escolha do melhor fornecedor. Portanto, é imperativo que o sistema de conformidade, certificados e outros ativos de segurança sejam avaliados. Essa prática levará a um relacionamento de sucesso e, por extensão, a um SSPM de sucesso. 

Criptografar dados na nuvem

Dados sempre correm o risco de serem comprometidos, estejam parados em seu armazenamento ou migrando de um ambiente para outro. Um protocolo de criptografia robusto é fundamental para proteger essas informações e, embora os provedores geralmente ofereçam criptografias básicas, ainda é uma boa prática estabelecer criptografias próprias como complemento. 

Monitorar o compartilhamento de dados

Embora o compartilhamento interno de dados seja necessário para a maioria das operações de negócios, ainda é uma atividade importante para monitorar. Uma grande parte das configurações incorretas e adulterações de dados ocorre internamente e, com plataformas de armazenamento como o Google Drive ganhando popularidade, os dados sempre correm riscos de serem manipulados indevidamente. Para reduzir o risco de compartilhamento de dados, é preciso estabelecer controles de colaboração. Isso contribui para identificar quem tem acesso a dados confidenciais para que possa ser possível acompanhar suas atividades. 

Rastrear o shadow IT

Shadow IT são softwares ou serviços que os funcionários usam, sem o conhecimento de seus superiores ou das equipes de segurança e TI, para facilitar sua carga de trabalho. Cada vez mais populares, algumas empresas ainda não estão cientes de como isso pode ameaçar os negócios, já que basta que alguma dessas instâncias exponham sua postura de segurança para colocar dados em risco. Com isso, é necessário estabelecer sistemas ou ferramentas que detectem softwares invasores e gerenciem proativamente todas as ferramentas de TI e acesso correspondente. 

Soluções de gerenciamento de identidade e acesso (IAM)

Uma solução IAM baseada em função monitora o acesso fornecido aos usuários e faz referência cruzada de seu acesso com as funções atribuídas correspondentes. O uso do IAM ajuda a impedir que os usuários acessem dados ou ferramentas que são irrelevantes para sua função de trabalho e é uma boa prática independente no gerenciamento de SaaS, bem como uma ótima solução para complementar o SSPM, pois fortalece os controles de acesso e aprimora a segurança geral na nuvem. 

A implementação do SSPM deve ser uma prioridade para as empresas que desejam manter uma forte postura de segurança e conformidade ao mesmo tempo em que aprimoram a segurança dos dados. O Insights Dashboard da DatAdvantage Cloud adiciona a funcionalidade de gerenciamento de postura de segurança SaaS à capacidade incomparável da Varonis de encontrar dados confidenciais em aplicativos SaaS diferentes, revelar quem pode acessá-los e monitorar a atividade dos dados em busca de ameaças. Solicite uma demonstração gratuita. 

We're Varonis.

We've been keeping the world's most valuable data out of enemy hands since 2005 with our market-leading data security platform.

How it works